Millor Definitivo (A Biblia do Caos)

By Millor Fernandes

Alphabetically prepared through subject matters Millor compiles during this books over 5000 small headwords from over 50 years of his occupation as some of the most prolific thinkers, newshounds and writers in Brazil. Too undesirable there isn't an English translation for this paintings, notwithstanding i believe a tremendous a part of it may well develop into a headache to the translator to snatch the true that means of a few episodes that foreigners most likely wouldn't comprehend. Millor is largely a Brazilian author and at the very least half what he had written is simply understood if you happen to live/lived in Brazil in the course of his era.

Millor Fernandes (August sixteen, 1923[1] – March 27, 2012) was once a Brazilian author, journalist, cartoonist, slapstick comedian and playwright. Born as Milton Viola Fernandes, his start used to be registered in could 27, 1924; the handwriting on his start certificates made the identify Milton being learn as "Millor", which he followed as his reliable identify.
He used to be born in Rio de Janeiro, and began his journalistic profession already in 1938, publishing in different Brazilian magazines, comparable to O Cruzeiro and A Cigarra
In 1956, Millor shared with Saul Steinberg the 1st prize on the Buenos Aires overseas sketch Exhibition, and in 1957 he had a one-man exhibition in Rio de Janeiro's Museum of contemporary Art.
Together with Jaguar, Ziraldo and others, he based in 1969 the groundbreaking satirical newspaper O Pasquim.
Millor wrote a couple of profitable performs, and has additionally translated classics resembling Shakespeare.
He died on March 27, 2012, in Rio de Janeiro, because of issues after a stroke. He used to be 88 years outdated.

Show description

Preview of Millor Definitivo (A Biblia do Caos) PDF

Best Biography books

Alexander the Great: Journey to the End of the Earth

"Alexander's habit was once conditioned alongside convinced traces -- heroism, braveness, energy, superstition, bisexuality, intoxication, cruelty. He bestrode Europe and Asia like a supernatural determine. "In this succinct portrait of Alexander the good, unusual pupil and historian Norman Cantor illuminates the non-public lifestyles and armed forces conquests of this such a lot mythical of guys.

The Sixties: Diaries:1960-1969

This moment quantity of Christopher Isherwood's outstanding diaries opens on his fifty-sixth birthday, because the fifties crumple to the last decade of social and sexual revolution. Isherwood takes the reader from the bohemian sunshine of Southern California to a London eventually swinging freed from post-war gloom, to the racy cosmopolitanism of latest York and to the uncooked Australian outback.

Kentucky Traveler: My Life in Music

In Kentucky vacationer, Ricky Skaggs, the song legend who revived smooth bluegrass tune, supplies a hot, sincere, unique memoir of 40 years in music—along with the 10 Commandments of Bluegrass, as passed down by way of Ricky’s mentor invoice Monroe; the basic advisor to Bedrock kingdom Songs, a lovingly compiled stroll during the songs that experience moved Skaggs the main all through his lifestyles; Songs the Lord Taught Us, a primer on Skaggs’s so much crucial gospel songs; and a bevy of non-public snapshots of his musical heroes.

Young Orson: The Years of Luck and Genius on the Path to Citizen Kane

At the centennial of his delivery, the defining wunderkind of contemporary leisure will get his due in a groundbreaking new biography of his early years—from his first forays in theater and radio to the muse and making of Citizen Kane. within the heritage of yankee pop culture, there is not any extra dramatic story—no speedier or loftier ascent to the top of good fortune and not more tragic downfall—than that of Orson Welles.

Extra resources for Millor Definitivo (A Biblia do Caos)

Show sample text content

Preferem o crime esculhambado? O crime se organizou porque já não agüentava mais os assaltos da polícia. CRIMINOSO Nesses filmes violentos que são exibidos todas as noites na televisão, qualquer criança sabe de antemão quem é o criminoso – o dono da tevê. CRISE Só passei por uma crise etária, a dos 50 anos, e foi bem grave. Mas ecu tinha apenas 17 anos. Crise, carestia, falta de dinheiro. Desde que o mundo é mundo essas são palavras que ecoam uma realidade permanente. Daí ser fácil aos poderosos fazerem o povo aceitá-las como uma tragédia irremediável, quase como uma característica biológica (sou pobre porque nasci glandularmente pobre), ou uma lei metafísica escrita nas estrelas (sou pobre porque Deus, ou o destino, faz pobres e ricos), da qual só se pode sair ocasional, person e heroicamente. Talvez eles tenham razão. Isso passa, isso passa, me dizem sempre. Átila também passava. E todos vocês sabem o que acontecia com a grama. CRISE DO PETRÓLEO O consolo do alcoólatra é que o álcool não está na mão dos árabes. (1980) CRISTÃOS A vantagem dos cristãos sobre os muçulmanos é que enquanto estes proibiam toda e qualquer bebida alcoólica os conventos cristãos produziam licores verdadeiramente divinos. CRISTIANISMO Quem dá aos pobres é uma raridade. CRISTO Cristo desistiu de voltar à Terra. Os comunicadores o convenceram de que a imagem dele não é boa pra televisão. Cristo foi condenado como traidor e herege ou apenas porque não pagou a última ceia? Foi em Tididabo, Espanha, diz a lenda, que o Demônio tentou Cristo, oferecendo-lhe o domínio do mundo. A proposta foi aceita. A dívida ainda está sendo rolada. CRITÉRIOS A diferença entre o filme erótico e a pornochanchada é muito simples: o primeiro o crítico vê em sessão especial, acompanhado pelo produtor; o segundo ele vê sozinho, no circuito general. O meritíssimo julga pela Lei. / Pelo Espírito e a Premissa, / E até pela Justiça. CRÍTICA Às vezes só ao ler a crítica percebemos que a merda de filme que vimos no dia anterior é uma obra genial. Dizia do marido: “A mim é que ele não engana. Pra mim ele é um livro aberto”. E tome crítica literária! E no sétimo dia, quando Deus descansou, surgiram sobre a Terra os primeiros críticos de costumes. Fui ver quatro filmes cotados nos jornais com quatro estrelas – ou coisa equivalente. Todos excepcionais, admiráveis, obras-primas nacionais e multinacionais: pois havia entre eles um filme nigeriano e outro japonês. E me certifiquei, mais uma vez, do objetivo da crítica cinematográfica: me fazer de imbecil. Já imaginaram Rabelais, Molière e quick fazendo um programa humorístico na televisão? Como ficariam indignados com as críticas de Bernard Shaw? Não digo que os críticos percam o overall da poesia, mas sem dúvida perdem seu lado emocional, ao examiná-la como especialistas. Mais ou menos o que acontece aos ginecologistas com relação ao sexo. Não precisamos ser especialistas em nada pra fazer crítica. Sem jamais usar um martelo ou um formão qualquer pessoa sabe se uma cadeira incomoda ou não o seu traseiro.

Download PDF sample

Rated 4.17 of 5 – based on 44 votes

About admin